sábado, 19 de dezembro de 2009

O caminho do meio

Sempre fui uma pessoa de extremos e sempre tive vocação para ser rotulada de ovelha negra. Nunca fiz a linha santa e acho isso muito desnecessário. Vou do céu ao inferno em questão de minutos. Dito isso, as pessoas ao meu redor sempre tentaram me convencer a tomar o caminho do meio.

O que caralhos é o caminho do meio, eu me pergunto. Todas as minhas tentativas me levaram ao nada. Talvez eu seja muito burra para isso. Ou talvez Buda estivesse errado. Que se dane. Se é para ter nada, prefiro ter tudo.

2 comentários: